Capa

FASP - Asfalto Campeonato Paulista de Automobilismo

Campeonato Paulista de Automobilismo 2020 segue forte

28 provas disputadas no sábado e domingo reuniram mais de 170 pilotos

26.10.2020  |  67 visualizações

 

 Mais de 170 pilotos participaram das 28 provas disputadas

Mais de 170 carros de quatro categorias de monopostos e 8 de automóveis GT, Turismo e Protótipos  participaram da quarta etapa do Campeonato Paulista de Automobilismo (foto de abertura/Cesar Cruz). A programação do último fim de semana estendeu-se dos treinos livres de quinta-feira até domingo e muitas vitórias foram conquistadas com vantagem de milésimos de segundo, como aconteceu em provas das categorias Copa Joy Chevrolet, Mercedes Benz Challenge CLA 45 AMG e C300, F-Delta, F-Vee e em duas das quatro provas de F-1600. Foi nesta categoria que a RacingCrono (empresa responsável pela cronometragem do evento) registrou a menor diferença: Lélio Assumpção derrotou Oscar Moraes por meros 0”019, sendo que 0”089 depois Rodrigo Calaça cruzou a linha de chegada em terceiro lugar.

Lelio Assumpção (centro) venceu com a menor margem do dia: 0″019 (Everton Seifert/FASP)

Na segunda prova da Old Stock Race Ricardo Domenech e Grego Lemonias terminaram a prova praticamente lado a lado, com uma defasagem de 0”038 a favor de Domenech; Lemonias, no entanto, foi penalizado com 20” por queima de largada e acabou em quinto lugar. Vale destacar a homenagem póstuma que vários pilotos e a categoria F-Vee prestaram a Ademir Capelo falecido em 21 de setembro. O posto do simpático e inesquecível locutor do Autódromo de Interlagos é agora ocupado por Ricardo Alexandre, que em duas apresentações já começa a se notabilizar pela emoção com que narra as provas paulistanas. O Campeonato Paulista de Automobilismo prossegue com a quinta etapa, confirmada para os dias 27, 28 e 29 de novembro em Interlagos.

Os resultados

Bandeira quadriculada foi acionada em 28 provas durante o fim de semana (Cesar Cruz/FASP)

Clássicos de Competição

Vitor Correa
Vitor Correa venceu entre os Clássicos de Competição, categoria que segue ganhando adeptos (Cesar Cruz/FASP)

1) Victor Côrrea, VW Passat, 13 voltas em 31’13”646; 2) Marcelo Servidone, VW Gol, a 11”326; 3) Rodrigo de Freitas, VW Gol, a 39”065; 4) Henry Shimura, Ford Escort, a 43”511; 5) Luis Finotti, Fiat Topolino, a 46”297.

Copa Joy Chevrolet

Gomes (15) e Pepe (45) mostraram o caminho aos rivais na Copa Joy Chevrolet (Vanderley Soares/FASP)

1ª Prova: 1) Alexandre Pepe, 12 voltas em 26’21”507; 2) Ricardo Cardosa, a 0”348; 3) Edgard Amaral, a 0”431; 4) Jeff Gomes, a 047’5) Douglas Carvalho, a 11”041

2ª Prova: 1) Jeff Gomes, 12 voltas em 26’41”674; Alexandre Peppe, a 1”302; 3) T.Sala/A.Fortunato, a 2”597; 4) Edgard Amaral, a 4”447; 5) Eder Gomes, a 8”510.

F-Delta

(#46) venceu as duas provas da F-Delta, categoria onde predominam jovens kartistas (Julio de Paula/FASP)

1ª Prova: 1) Juan Vieira, 15 voltas em 26’02”308; 2) Gabriel Fonseca, a 14”166; 3) André Beisert, a 15”407; 4) Pedro Burger, a 23”801; 5) Felipe Papazissis, a 1’07”5548.

2ª Prova: 1) Juan Vieira, 15 voltas em 26’11”916; 2) Gabriel Fonseca, a 0”777; 3) Rogério Santos Neto, a 4”469; 4) Pedro Burger, a 7”912; 5) André Beisert, a 20”557.

F-1600

1ª Prova: 1) Oscar Moraes, 12 voltas em 28’23”964; 2) Bruno Leme, a 0”056; 3) Felipe Klemann, a 1”442; 4) Lélio Assumpção, a 1”453; 5) Igor Costa, a 5”935.

2ª Prova: 1) Lélio Assumpção, 12 voltas em 24’06”318; 2) Oscar Moraes, a 0”019; 3) Rodrigo Calaça, a 0”108; 4) Felipe Klemann, a 4”765; 5) Rodrigo Gimenes, a 8”295.

3ª Prova: 1) Iago Garcia, 12 voltas em 24’03”211; 2) Oscar Moraes, a 3”709; 3) Lélio Assumpção, a 3”778; 4) Felipe Kleeman, a 3”789; 5) Bruno Leme, a 4”221.

4ª Prova: 1) Lélio Assumpção, 12 voltas em 24’34”814; 2) Iago Garcia, a 2”817; 3) Bruno Leme, a 3”707; 4) Felipe Klemann, a 17”758; 5) Arthur Scherer, a 20”090.

F-Vee

Augusto Santim, o “Tucupi Voador”, segue liderando na F-Vee (Fernando Santos/F-Vee-BR)

1ª Prova: 1) Wallace Martins, 12 voltas em 28’43”075; 2) Gerson Zarpelão Jr, a 0”081; 3) Saulo Soares, a 11”765; 4) Laurent Guerinaud, a 18”948; 5) Bruno Barbieri, a 26”721.

2ª Prova: 1) Wallace Martins, 12 voltas em 24’50”987; 2) Augusto Santin, a 9”108; 3) Laurent Guerinaud, a 9”181; 4) Gerson Zarpelão Jr, a 9”281; 5) L. Veloso, a 20”192

3ª Prova: 1) Laurent Guerinaud, 12 voltas em 24’45”356; 2) Wallace Martins, a 4”724; 3) Augusto Santin, a 13”494; 4) Gerson Zapelão Jr, a 29”776; 5) L.Veloso, a 50”590

4ª Prova: 1) Wallace Martins, 12 voltas em 25”17”388; 2) Laurent Guerinaud, a 3”784; 3) Augusto Santin, a 3”858; 4) Gerson Zarpelão Jr, a 30”290; 5) L. Veloso, a 1’02”443.

Mercedes-Benz Challenge CLA 45AMG

No Mercedes-Benz Challenge Fonseca celebrou vitória na CLA 45AMG da em grande estilo (Vanderley Soares/FAP)

1ª Prova: 1) Adriano Rabello, 12 voltas em 22’50”731; 2) Fernando Jr, a 0”055; 3) B.Cavaleiro/A.Catucci, a 4”683; 4) Cesar Fonseca, a 7”413; 5) Cello Nunes, a 9”779.

2ª Prova: 1) Cesar Fonseca, 12 voltas em 29’59”336; 2) Adriano Rabello, a 0”354; 3) Fernando Jr, a 3”744; 4) Cello Nunes, a 5”127; 5) Betão Fonseca, a 30”130.

Mercedes-Benz Challenge C300

1ª Prova: 1ª Prova: 1) W.Ramasauskas/P.Baldini, 12 voltas em 24’00”897; 2) Cláudio Sião, a 0”369; 3) M.Romani/P.Choate, a 7”475; 4) Alexandre Navarro, a 10”171; 5) Vinicius Fugi, a 13”126.

2ª Prova: 1) Cláudio Simão, 12 voltas em 30’21”513, 2) R.Seibel/V.Azevedo, a 5”779; 3) Alexandre Navarro, a 6”099; 4) Flávio Andrade, a 11”973; 5) W.Ramasauskas/P.Baldini, a 13”698.

Old Stock Race

Disputas na Old Stock Race são sempre acirradas (Claudio-Kolodziej/FASP)

1ª Prova: 1) Ricardo Domenech, 12 voltas em 26’43”905; 2) Felipe Mattos, a 1”944; 3) Pedro Pimenta, a 3”679; 4) Amaury Biem, a 8”915; 5) Marco Maragno, a 9’099.

2ª Prova: 1) Ricardo Domenech, 12 voltas em 25’38”973; 2) Felipe Mattos, a 9”112; 3) Marcos Philippi, a 13”297; 4) Rodrigo Helal, a 18”505; 5) Grego Lemonias (*), a 20”038.

(*) Penalizado com 20”.

Opala 250

Konradt Viehmann e sua Caravan #73 impõem respeito na categoria Opala 250 (Claudio Kolodziej/FASP)

1ª Prova: 1) Konrad Viehmann, 12 voltas em 26’57”917; 2) Cristiano Cordeiro, a 0”944; 3) Perseu Alarcon, a 5”412; 4) Carlos Freire, a 9”950; 5) Beto Scarasati; a 10”345.

2ª Prova: 1) Konrad Viehmann, 12 voltas em 26’18”936; 2) Eduardo Conradt, a 15”495; 3) Carlos Freire, a 15”646; 4) Perseu Alarcon, a 15”912; 5) Cristiano Cordeiro, a 16”964.

Open Paulista

Open Paulista reúne o grid mais variado do Campeonato Paulista (Vanderley Soares/FASP)

1ª Prova: 1) Junior Victorette, Audi, 15 voltas em 28’02”467; 2) Caio Lacerda, Aldee, a 46”027; 3) C.Paciello/S.Sanches, Chevrolet Omega; a 1 volta; 4) Estevão Alexaxandre, Protótipo Spyder; 5) T.Pereira/F.Rocha, Chevrolet Corsa.

2ª Prova: 1) Luiz Baptista, Ford Maverick, 15 voltas em 26’33”849; 2) Ney de Sá Faustini, Chevrolet Cruze, a 58”013; 3) Junior Victorette, Audi, a 58”068; 4) T.Pereira/F/Rocha, Chevrolet Corsa, a 1 volta; 5) Heitor Nogueira, Espron-BMW.

Super Fórmula Paulista

Carros da Super Fórmula Paulista são os mais rápidos do campeonato (Cesar Cruz/FASP)

1ª Prova: 1) Fernando Galera, 16 voltas em 25’01”695; 2) Gustavo Kiryla, a 20”785; 3) Emílio Padron, a 21”673; 4) Leonardo Barbosa, a 47”464; 5) Marelo Tada Jr, a 1’03”250.

2ª Prova: 1) Fernando Galera, 17 voltas em 26’48”035; 2) Leonardo Barbosa, a 10”885; 3) Gustavo Kiryla, a 12”332; 4) Emílio Padron, a 20”097; 5) Marcelo Tada Jr, a 1’4”194

Time Attack

2ª. Prova: 1) Fernando Batista, Honda Civic, 2’7”824; 2) Thiago Regis, Ford Courier, 2’12”599; 3) Matheus Santos, Renault Sandero, 2’12 786; 4) Luiz Philipe, VW Golf Turbo, 2’14”151; 5) Gabriel Andrade, Honda Civic, 2’14”194.

Leia também...
24.11.2020

Carioca venceu a categoria Sprinter na Copa São Paulo Light de 2020

24.11.2020

Temporada 2021 entra em sua fase final com três corridas no Oriente

18.11.2020

Poucos pilotos entre os quase 300 que participaram da Copa São Paulo Light 2020 percorreram uma distância tão grande rumo a um título quanto Lucas Mendes, campeão da categoria Júnior.

17.11.2020

O feito de Lewis Hamilton ter conquistado seu sétimo título de campeão mundial é interpretado de várias maneiras: sobra quem diga que só aconteceu porque ele tem o melhor carro e outros que enxergam a repetição de ciclos que marcam a história da humanidade.