Capa

FASP - Asfalto Campeonato Paulista de Automobilismo

F1: Verstappen vence em Barcelona e é novo líder

Alonso admite mudar de equipe no final do ano

24.05.2022  |  61 visualizações

Pérez (E) e Verstappen fizeram a segunda dobradinha da Red Bull nesta temporada (Red Bull)

A disputa entre Max Verstappen e Charles Leclerc ganhou novo rumo após o GP da Espanha, quando a vitória do holandês o colocou à frente do monegasco na tabela do Campeonato Mundial de Pilotos.. O segundo lugar de Sérgio Pérez aumentou ainda mais a vantagem da equipe Red Bull sobre a Ferrari no Campeonato de Construtores.  Se tal situação era esperada em uma temporada que coloca essas duas equipes como as grandes forças, a consistência de George Russell em um pouco competitivo Mercedes, a recuperação demonstrada pelos carros da Alpine e uma declaração de Fernando Alonso sobre seu futuro são os tópicos da semana que antecede o clássico GP de Monaco, marcado para domingo, nas estreitas ruas de Monte Carlo.

Alonso já olha para possível novo endereço na temporada de 2023 (Alpine)

Em entrevista ao canal Sky News, repercutida pelo diário espanhol Marca, o asturiano admitiu que pode mudar de equipe ao final da temporada. Há motivos para embasar essa possibilidade: o protagonismo que o australiano Oscar Piastri ganha a cada etapa dentro da equipe, o fato de o contrato de Alonso terminar no final do ano e seu salário ser um dos itens mais caros do orçamento do time francês. Próximo de completar 41 anos (nasceu aos 29 de julho de 1981) ele já se movimenta e admite lutar pelo terceiro título mundial:

“Creio que ainda posso voltar a vencer, por isso sigo correndo. Sempre existe a esperança de que um ano terei o pacote completo para lutar por um campeonato. Ainda me sinto competitivo e rápido.”

Piastri é o escolhido da Alpine para substituir o espanhol (Alpine)

Alonso admitiu ainda que na fase atual da F-1 as equipes têm a necessidade de ter dois pilotos rápidos, pois com as novas regras “você aprende muito a cada volta”, uma clara referência à sua larga experiência e não tão velada à possibilidade de ser substituído por Piastri. Até recentemente o colunista ponderava que Alonso poderia se afastar do cockpit e assumir um cargo de diretor esportivo na Alpine. Esta situação parece diluir com o tempo.

Pouco a pouco Ocon se firma como o primeiro piloto da equipe francesa (Alpine)

A inconsistência de resultados em comparação ao seu colega de equipe é um ponto crítico neste quadro: nas seis provas disputadas Ocón pontuou em cinco e soma 30 pontos, enquanto Alonso tem dois nonos lugares, no Bahrein e na Espanha.

Russell é o único piloto que pontuou em todas as provas da temporada (Mercedes)

Em outro box do paddock o inglês George Russel se mantém com o único piloto a ter pontuado em todas as etapas desta temporada. Com 74 pontos acumulados ele tem 28 a mais que Lewis Hamilton e demostra que o investimento de Toto Wolff em sua carreira já paga dividendos.

De Vries, nova aposta de Toto Wolff, treinou pela Williams em Barcelona (Williams)

Tal exercício se renova com o programa desenvolvido para o holandês Nick de Vries, que em Barcelona substituiu Alex Albon na primeira sessão de treinos e mostrou desempenho ligeiramente melhor que Nicolas Latifi, piloto muito mais familiarizado com o carro. O estoniano Juri Vips também treinou: ao volante o carro de Sérgio Pérez, ele foi o mais lento dos 20 pilotos que participaram do treino.

Vips acelerou o carro de Pérez na sexta-feira de manhã (Red Bull)

O resultado completo do GP da Espanha você encontra aqui.  

Siga-nos no Instagram

Leia também...
28.06.2022

Maior torneio regional do País reúne pilotos de 18 estados e até do Exterior

28.06.2022

Média horária de Silverstone, local do GP da Grã-Bretanha, se aproxima dos 240 km/h

23.06.2022

Governo paulistano quer incentivar uso do autódromo para shows e concertos

21.06.2022

Jogando na defensiva, a Scuderia contribui novamente para outra vitória de Verstappen